Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Arrumações

por Miss. M, em 06.10.09

Há dias assim, em que as coisas fazem sentido e as arrumamos de vez.

Por vezes a nossa vida parece um daqueles armários desarrumados, onde reina o caos, com peças de roupa fora dos cabides, caídas e amarrotadas na prateleiras; com vestidos que já não usamos, ou porque já não nos servem ou, simplesmente, já estão fora de moda. E porque é que vivemos tanto tempo com "armários desarrumados"? Porque é que adiamos sempre as arrumações mais profundas? Porque dá trabalho!!

É fácil aprender a lidar com o caos que se vai formando no nosso guarda-roupa, pois com o hábito, vamos acomulando coisas que se vão adquirindo com as peças de roupa e com acessórios já antigos. Por vezes deixamos de os usar, ficam ali no fundo das gavetas, só mesmo para encher espaço...E o que é que se faz? Vamos vivendo num emaranhado de coisas que parecem organizadas nas não estão, só estão camufladas dentro dos armários que fechamos todos os dias de manhão. Armários que abrimos e com desalento pensamos " Não tenho nada para vestir!"

Mas chega o dia em que já não aguentamos mais, ou nos enchemos de coragem para as arrumações ou tomamos uma decisão mais drástica e deitamos tudo fora!

O meu dia chegou, arrumei as minhas gavetas, organizei as minhas prateleiras e pus tudo no devido lugar. Deitei foras as coisas velhas, gastas e partidas; mas só mesmo aquelas que já estavam a ocupar o meu espaço há demasiado tempo.

Eu detesto desfazer-me das coisas, sou uma sentimentalistas, e há aquelas de que não me consigo separar. Essas foram para um lugar especial, guardadas num espaço que não tenho que ver todos os dias, não atrapalham, mas que sei onde estão para sempre que bater a saudade as poder rever.

Depois há aquelas roupas que serão sempre as nossas favoritas, por mais que passem de moda, sabemos que estão sempre lá, as "piece de resistence" e caem sempre bem.

De seguida arrumei os meus sapatos, cada par na sua caixa, devidamente organizados, tal como devem estar e, imagine-se, descobri uns quantos que mal foram estreados! Lembrei-me que me faziam doer os pés, mas afinal, toda a gente merece uma segunda oportunidade, até os sapatos que fazem bolhas na primeira saída.

Por fim, arrumei as malas e restantes acessórios. Uns já estavam partidos , já sem arranjo possível e foram directamente para o lixo. Também encontrei aquelas malas sem alças (não me estou a referir ás "clutches") que vão directamente para a reciclagem. Com isto apercebi-me da importancia que damos a coisas acessórias que não têm valor e desperdiçamos as verdadeiras pérolas que estão, discrectamente na sua caixinha, há espera de serem usadas. Não vale a pena investir em pexibeque barato que rapidamente fica fora de moda.

Foi uma canseira e achei que nunca mais acabava, até pensei em desistir a meio mas assim não faria sentido.

Encontrei objectos que pensei estarem perdidos para sempre e isso fez-me feliz. Lavei, passei e arejei a roupa que já não usava há muito tempo e voltei a arrumá-las num lugar de destaque para não ser esquecida novamente.

E pronto, o meu armário hoje está arrumada e até parece maior!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23


1 comentário

De thestarsareshining a 11.10.2009 às 21:56

Pois, às vezes andamos "tão sem tempo" que nos habituamos à desarrumação e deixamos andar...bem ditos sejam os dias em que nos dá na gana e arrumamos tudo de vez!
O meu tambem tem que ser beeeeeeeeemmmmmmmmmm arrumado!
Beijo***

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031




Visitas por cá:

contador de visitas para sites