Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Praia e a Família do Lado

por Miss. M, em 13.08.09

Se há coisa que me irrita profundamente quando estou na praia é deparar-me com a seguinte cena:

Dia de Sol abrasador; hora: 15.30h, mais coisa, menos coisa; local: uma praia quase em overbooking; participantes: uma típica família portuguesa composta pelo papá a ler o jornal, a mamã a trabalhar o bronze, o filho mais velho (+/- 6 anitos) e um ligeiramente mais novo (por volta dos 4), todos debaixo do chapéu de Sol familiar, em pleno período de "digestão".

Filho-Mais-Velho: - Papá, já podemos ir para a água?

Papá: - Não! Ainda não fizeste a digestão.

FMV: - Então podemos ir fazer uma fortaleza na areia?

P: - Não, não vês que está muito Sol, não podes sair da sombra.

Já "ligeiramente" impaciente e folheando o suplemento infantil do jornal:

FMV: - Mãe, como é que se joga este jogo?

Mamã: - Pergunta ao papá, não vês que a mãe está a apanhar Sol?

FMV: - Mas o papá diz que faz mal ficarmos muito tempo ao Sol....

M: - Ai! Não sejas chato. Vai brincar com o mano...

FMV: - Mas o mano é que é chato, e ele não sabe jogar a este jogo aqui da revista!

P: - Vá! Não sejas impaciente!

Filho-Mais-Novo: - Gelado! Quero um gelado daqueles! (Apontado para o Corneto da menina do chapéu ao lado)

M: - Agora não, mais tarde. Fica aí na sombra que daqui a pouco vamos à água.

E eis que a criança mais nova começa a correr para a água, fazendo com que toda a gente à sua passagem fique cheia de areia. O papá corre a apanha o petiz que começa a chorar; o papá ralha com ele e diz para nunca mais fazer isso e que agora ficava "de castigo" debaixo do chapéu.

FMV: - "Também estou de castigo?

P (Já irritado e arrumando as folhas da "Bola"): - Não, tu não estás, mas se chateares muito ficas também!

A criança mais nova continua a chorar....

M: - Não chores! Se continuares assim, já não te compro o gelado mais logo.

A criança acalma-se e começa a riscar o suplemento infantil do jornal.

FMV: - Pai!! Olha, ele está a estragar tudo!

P: - Deixa-o, não vês que ele é pequeno!

Nisto o filho mais velho põe na boia do Nodi do mais pequeno e começa a imitar um lutador de sumo. O mais novo alinha na "luta" e enrolam-se os dois na areia, transformando-os em dois croquetes de areia. O pai berra com os dois e manda-os para debaixo do chapéu.

FMV: - Nunca posso fazer nada! A praia é uma seca.

M: - Estou a ficar sem paciência! Ou vocês se calam ou vamos já para casa.

P: - Nem nas férias posso descançar em paz! Irra!

FMV: - Já posso ir para a água? Só para a beirinha...deixa la!

FMN: - Vamos!

P: - Não! Já disse que têm que esperar.

FMV: - Então o que vamos fazer?

P: - Brinca com o teu irmão, mas na sombra e sem barulho! Já está toda a gente a olhar para nós!

FMV: - Anda mano, vamos construir um castelo aqui. Pai! Posso ir buscar um balde de água?

P: - Não! Já te disse que ainda não podes ir para a água!

FMV: - Mas assim não dá para fazer o castelo.....

E eis que o pai se levanta, pega no balde dos "Transformers" e vai buscar a água para o construção do castelo.

P: - Pronto, está aqui! Agora fiquem sossegados.

E assim que vê o balde com água o petiz mais pequeno pega nele e derrama todo o seu conteúdo pela sua cabeça...

M: - Ai!! O que foste fazer!! Não vês que isso faz mal!!!

E rapidamente pega na toalha para enxugar a criança.

Risos da "plateia" e Filho-Mais-Velho; pai enfurecido e mãe em pânico da possível congestão da criança.

FMV: - Mas porque é que ele pode e eu não??!

Silêncio constrangedor.....

FMV: - Não lhe aconteceu nada, já fez a digestão. Se ele fez eu também já me posso molhar. Já podemos ir?!

 

E são estas e outras que me fazem ter pena das pobres criancinhas que os pais carregam para a praia nas horas "da digestão". Não há nada mais aborrecido para elas do que a espera interminável para o banho.

Por isso, pais que gostam de praia nas horas do calor, façam um grande favor às criancinhas e a vocês mesmos, deixem de torturar os vossos petizes com essa espera. Se quiserem ir para a praia a essa hora tudo bem, é uma decisão vossa, mas não obriguem os vossos meninos a tamanha tortura.

Pensem lá um pouco, gostavam quando os vossos papás os obrigavam a estar 3 horas debaixo de um chapéu de Sol sossegados? Não, pois não!? Então não lhes façam o mesmo!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:31

VIP Summer

por Miss. M, em 06.08.09

Caros leitores,

O Verão continua a mil e, entre o ritmo laboral acelerado, e poucas horas de descanso, lá "faço o sacrifício" de ir a uma festarola e um concerto que aparecem como cogumelos nestes dias aqui por terras algarvias.

São festas e concertos que dão que falar, ele é as revistas, a televisão, rádio e afins, tudo a cobrir estes acontecimentos.

É importante estar lá, ser-se visto nos eventos e, se ainda por cima, houver um "infiltranço" na zona VIP, ainda melhor.

A zona VIP é onde as pessoas circulam com pulseiras garridas, raramente pagam as bebidas e restantes petiscos, desfilam com as melhores farpelas de Verão e onde se faz praticamente tudo, enquanto o evento em si fica muitas vezes para segundo plano.

É lá que se encontram as pessoas importantes, pseudo-importantes e restantes celebridades; onde o tom de pele varia entre o castanho caramelo-torrado e o côr-de-laranja gema de ovo-estrelado. Onde é permitido fazer figuras sob efeito do alcool e restantes coisas estranhas se ser "agarrado", mas sim, "divertido".  

É um local engraçado, normalmente há mais espaço e nos concertos dá jeito ficar na VIP zone, pois a visibilidade do palco é mil vezes melhor do que num aglomerado de "paredes" aos saltos. (Sim, sou assim pro pequenito e é um suplicío conseguir ver alguma coisa nos concertos "de pé").

A zona da pulseirinha tem a sua piada, mas há coisas que me irritam profundamente nestes lugares, como a corrida à foto, os "engantes rascas" de trazer pro Verão acompanhando os Srs. Drs. e também as tias mais enxutas; a geração morangos, com adolescentes pseudo-rebeldes, filhos dos Drs e das Tias, aos gritos e armados em parvos a beber à pala como uns valentes animais que após o terceiro shot B52 ficam em coma alcoolico. E é isto que lá acontece, o ambiente que se considera "exclusivo" não é mais do que um espaço onde as pessoas fazem a mesma coisas que todas as outras que estão no mesmo evento, apenas existe uma maior probabilidade de serem fotografadas e aparecerem nas revistas.

Se gosto de me "infiltar" por lá?! Sim, claro que tem sempre a sua piada, mas prefiro o "espaço de livre circulação". Custa-me ver o que certas pessoas são capazes de fazer por um espacinho na zona Vip, fazem quase tudo por uma pulseirinha de livre acesso, pois não chega ir a determinado evento, mas sim, posar ao lado das Micas, das Xuxos e das Lilis do côr-de-rosa.  

Eu prefiro mesmo uma boa festarola, na minha, com os meus, seja onde for. De pulseira ou não, o importante é aproveitar cada momento.

Bom Verão!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031