Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Silly Season

por Miss. M, em 03.07.08

 

Finalmente Verão! Estava custoso de chegar, mas após uma Primavera desenxabida lá chegou o calor e, como sempre, o começo da estação mais “in” e badalada das terras algarvias.

E como manda a tradição, começam-se a fazer os preparativos para o Verão que já chegou e a pensar nas férias dos milhares de turistas que rumam para a Sul e aproveitam, ano após ano, de uns belos dias de sol na região mais concorrida do país.
Talvez o meu post já venha atrasado, até porque o Verão já começou há alguns dias, mas não posso deixar de comentar o início desta grande época.
Nada como inaugurar o início da temporada com a tradicional “Festa Branca”, que é uma festa, badalada, pseudo-exclusiva, num sitio fashion e onde todos devem vestir o dress code indicado no convite, neste caso o white-style deverá ser o mais indicado.
Esta moda das festinhas das cores tornou-se badalada na saudosa casa nocturna “Casa do Castelo”, que em tempos foi palco das festas mais “in” e selectivas do Algarve em época de veraneio. Era lá que se encontravam as caras conhecidas com um copito a mais (e não só…), onde ficava bem aparecer na foto e as borlas aos conhecidos eram sempre bem vindas. A Festa Branca era das mais famosas e com o seu encerramento a malta da casa ficou um bocado “perdida”, pois era complicado arranjar um local fashion onde se pudessem juntar, beber free of charge e desfilar os modelitos da colecção Primavera / Verão aquando da temporada de férias a Sul do país.
Mas eis que na época seguinte ao encerramento desta catedral das vaidades surge o Sacha, esse “grande espaço” no areal da Praia da Rocha que veio preencher o vazio deixado pela Casa do Castelo. Com um calendário de festas concorrido e a presença de dj´s badalados lá anima a Verão de muitos e estraga o sossego a outros, mas a areia a mais, o ar de “recinto” vedado a intrusos e a distancia que se tem que percorrer não parecem ser muito convidativos à malta que quase está na outra ponta do Algarve e tem que fazer uma data que quilómetros para pôr o pé na areia a abanar o capacete. Mas logo irei prolongar mais este tema a meio do Verão.
O meu post de hoje já vai longo, mas gostaria de vos falar acerca do internacionalmente conhecido Nikki Beach, que se instalou em Vilamoura e que inaugurou este ano com a conhecida festa Branca e Dourada (sim, o branco só dava aquele ar “padeiro”, e o dourado sempre dá o toque glamouroso à coisa…). Este foi mais um local concebido a pensar na malta das férias a Sul, mais propriamente naquela malta das festas que aprecia uma boa borla num ambiente mais “in”.
E lá fui a festarola, de modelito branco, claro, e curiosa por conhecer o espaço. Á primeira vista pareceu-me bem, um jardim alegremente decorado, com aqueles sofás-cama onde a malta se pode recostar a meio da noite quando a vodka já faz das suas, a iluminação estava bem, a música também era aceitável e o lago a meio do espaço dava aquele toque especial.
Tudo correu bem até resolver ir pedir uma bebida, o que me custou um pouco, pois a relação qualidade/ preço deixou a desejar e a meio da noite já haviam copos partidos nos balcões e uma escassa variedade de bebida, o que me desiludio bastante, pois supostamente num local como aquele este tipo de situação não deveria conter.
Após andar escassos metros apercebo-me da dimensão da habitual “zona-vip” onde apenas os “membros da pulseira” podiam circular….até ai tudo bem, mas não precisava era ocupar mais de metade do espaço. Esta história das áreas vip está a descambar, se antes era um espaço mais reservado, agora as “áreas comuns” é que começam a ser reservadas e depois há que pagar a bebidinha hiper inflacionada para minimizar o prejuízo que os “convidados da pulseira” consumiram.
Outro ponto interessante foi já a habitual “timidez” que as pessoas sofrem nestas festas, onde a música é boa mas nada as faz soltar um bocadinho mais o esqueleto e dançar. Mas é de extremos, ou ficam paradinhos com medo de amarrotar a fatiota branca ou então dão o show dançante que o wisky de borla proporciona.
Agora o mais irónico de tudo era que se tinha vivido uma das semanas mais críticas na economia do país, pois o aumento da gasolina tinha feito praticamente o país parar e ali nada dava a entender isso. As pessoas estavam alegres, vistosas e pelo bronzeado de solário exibido por alguns e as pequenas Vittons e cintos Cavalli que ali estavam não me pareceu que tivessem estado numa fila de uma gasolineira 2 horas à espera de encher o depósito do Porshe para chegar a tempo da festa no Algarve.
Se gostei da festa? Claro que sim, festa é festa e era ver o grupo que ficou até o mandarem embora (tradicional…) a dançar e a fazer uso das camas gigantes a meio do lago como se fizessem parte da equipa de ginástica acrobática dos jogos olímpicos, mas lá está, com estilo ou não tivéssemos num dos espaços mais “in” do momento.
E ai está um belo começo desta Silly Season que acaba de começar! Prometo mais actualizações sobre o tema.
Caros leitores, não trabalhem muito e aproveitam ao máximo a época!
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:01


1 comentário

De thestarsareshining a 06.07.2008 às 14:23

Cara Miss M eu não conseguiria descrever melhor a noite...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031