Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Spring Time

por Miss. M, em 01.04.09

Ora aí está, estou de féeeeerias!!

Parece mentira, mas já havia uns tempinhos em que não ficava as manhãs na cama sem ter aquela preocupação de ir trabalhar, nem ir passear depois do almoço e "gozar Sol" em dias de semana. Gosto mesmo disto.

Agora que a Primavera já se instalou aqui a Sul (ainda um pouco fria, mas também só estamos no início...) o que apetece mesmo fazer é aproveitar o sossego que ainda tenho, numa qualquer esplanada com Sol, uma vista-mar, os meus óculos-de-sol XL, uma bebida fresquinha e poder, finalmente, pôr as leituras em dia.

 

Mas como nem tudo são rosas e dias ensolarados, vamos ver até quando isto vai durar, espero que não seja por muito tempo....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

Amsterdam

por Miss. M, em 16.12.08

Finalmente fui de férias! Estava a ver que nunca mais chegavam aqueles diazitos em que me fazia à estrada (ou ao assento do avião…) e rumava à grande cidade de Amesterdão.

Acordar em Amesterdão foi uma coisa que já ansiava á algum tempo. Fez-me uma certa confusão estar a vestir tanta roupa num quarto temperado a 28 ºC, mas quando saí para a rua percebi que afinal devia de estar a usar uns collants debaixo das calças, pois o frio era algo a que eu não estava assim tão preparada!
E o que se pode dizer sobre esta cidade?! Tanta coisa que eu nem sei por onde começar…é um mundo completamente à parte. Desde o facto de haver milhares de bicicletas na rua com 2ºC, um mundo de coffeeshops á escolha, para todos os gostos, aos museus de tudo e mais alguma coisa, até ao homem que passeia na rua com um vaso na cabeça como se fosse a coisa mais normal do mundo.
E para esclarecer alguns factos que só se podem comprovar mesmo estando lá, aqui vão alguns mitos ou factos sobre esta terra tão diferente:
 
 - Amesterdão é Arte
VERDADE! Parece que em cada canto daquela cidade antiga existe um bocadinho de arte e história. Cada espaço é especial e é tratado como tal. Se os portugueses se inspirassem neste povo talvez o nosso património fosse mais acarinhado.
 
 - Só é bonita se for visitada na Primavera
MITO! Esta cidade deve ser bonita o ano todo. Também só fui lá agora, no Inverno, mas mesmo assim não deixa de haver uma quantidade enorme de flores nos mercados e nem mesmo as baixas temperaturas me demoveram de passear de um lado para o outro, mesmo que isso implicasse umas rótulas doridas e quase congeladas. Mas valeu a pena, é uma daquelas cidades de edifícios bonitos que eu adoro.
 
- As batatas são as castanhas assadas dos holandeses
VERDADE! Nada melhor do que um pacote de batatas encharcadas de maionese enquanto se passeia pelos canais. E viva o colesterol!
 
- As bicicletas são o meio de transporte mais utilizado e seguro
VERDADE/MITO! Realmente são o meio de transporte mais utilizado, nunca vi tanta bike junta, de todos os modelos e feitios, mas só são seguras para quem as utiliza, pois se um peão mais descontraído cai no azar de pôr um pé na ciclovia arriscasse e ser albarroado por uma perigosa bicicleta a toda a velocidade.
 
- Os holandeses são elegantes
VERDADE! Podem ser fortes e grandes, mas não são gordos. Não há nada melhor do que umas corridas de bike todos os dias para manter a forma
 
 - Os holandeses são antipáticos
MITO! Na qualidade de turista não me posso queixar, todos bastante atenciosos, excepto os que quase me passaram a ferro na ciclovia…mas pronto. Um povo bastante afável com os seus visitantes, 5 estrelas.
 
- Os barcos só servem para ir á pesca
MITO! Há quem tenha casas-barco e viva muito confortavelmente nos inúmeros canais da cidade. Verdadeiras casas com todas as comodidades e com o privilégio de se poder mudar de sítio, caso nos apeteça.
 
 - Os coffeeshops são casas onde se prova uma imensa variedade de cafés
VERDADE! Uma grande variedade de cafés, sumos, e todo um género de bebidas, mas claro, sem álcool! Sem contar que é estritamente proibido fumar (cigarros). Depois há um verdadeiro cardápio de ervas com efeitos diferentes e com nomes engraçados, um legalize dentro da lei! É também importante dizer que há sempre os bares convencionais, que servem bebida e que “fecham os olhos” a quem fuma o seu charrito com a bela da cerveja.
 
 - A melhor cerveja do Mundo é a Heineken
VERDADE! Pelo menos para quem visita a antiga fábrica desta cerveja e faz a tão popular e turística: Heineken Experience. Por breves instantes, no mundo da Heineken, e com a lavagem cerebral que é imposta, ficasse com a sensação que se prova o verdadeiro néctar dos deuses. Mas passa a partir do momento em que se lembra da bela Sagres-Mini, geladinha...hum! Não há cerveja melhor no Mundo!
 
 - A Red-Light é um bairro pouco aconselhável
MITO! Um verdadeiro ponto turístico, diria até, de passagem obrigatória. Duvido que haja no mundo ocidental mais algum local onde a profissão mais antiga do mundo seja encarada com tanta normalidade. Um bairro onde “sexo” é palavra de ordem, para todos os gostos e carteiras. Prédios inteiros cheios de janelas vermelhas, onde centenas de mulheres se expõem e desafiam quem passa. Mas o melhor é mesmo ver a reacção dos “turistas”, realmente o turismo sexual é um dos grandes fortes deste país.
 
 - Existem mais sex-shops que sapatarias
VERDADE! A imaginação não tem limites. Existem para todas os gostos e categorias, até imagine-se…um outlet de artigos eróticos, do género, os “brinquedos” e filmes das colecções antigas a um preço mais económico. Faz qualquer sex-shop portuguesa parecer o Toys´R´Us, e não estou a exagerar.
 
Recomendo a visita a esta cidade tão especial e também um passeio mais alargado às outras cidades da Holanda que devem ser também lindas de morrer!
Dress-Code: Roupa quente e confortável! Gorro, cachecol e luvas é obrigatório, e não é só para servir de adereço á ao modelito. Sapatos confortáveis, daqueles todo-o-terreno, capazes de percorrerem quilómetros a pé.
 
Só se não puder é que não volta lá outra vez!
 
  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41

Places

por Miss. M, em 01.12.08

Vou até aqui....

 

 

Não vejo a hora das minhas mini-féras holandesas!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03

Holidays

por Miss. M, em 04.08.08

Algures numa esplanada em Vilamoura, eis que duas amigas se encontram em plenas férias e nada como pôr os assuntos em dia:

 
“.....– Sim, já estou farta disto, não aguento mais um dia naquela casa cheia de gente. Tenho que fazer tudo e aquele bando de molengões não faz nada.
 - Deixa lá, também são só uns dias. Aproveita para te divertires, estares com os miúdos e apanhares sol que te faz tão bem.
 - Pois, dizes isso porque não é contigo. Agora imagina o que é acordar cedo, ir para a praia, voltar da praia e fazer o almoço, arrumar a cozinha….etc, etc. Nem sei como é que ainda alinho nestas férias familiares cá em baixo.
 - Mas estão cá todos?
 - Os do costume, eu e o João, os miúdos, a Sofia e o Miguel; a minha sogra; a minha cunhada e o filho, e este ano também veio o novo namorado dela, o Carlos.
 - Puxa, é muita gente. E onde é que arranjaram o apartamento?
 - Foi uma pechincha, uns conhecimentos da minha cunhada. É uma moradia térrea, ali em Quarteira. O normal, sala, cozinha, dois quartos uma casa-de-banho e um anexo junto à sala. O melhor é que tem um quintal grande com churrasco que faz as delícias do João, sabes como ele adora uma churrascada.
 - Que loucura, tanta gente só com uma casa de banho, isso para mim não dava.
 - Olha, tenho que aguentar mais uma semana. Este ano nem éramos para vir, isto da crise não está para grandes extravagâncias, mas a Carmo insistiu tanto para que viéssemos com ela que o João não teve coragem de dizer que não. Irrita-me ele ser assim, nunca diz “não” à maninha.
 - Sim, ela é um bocado “emperuada”, com a mania que é fina. Desculpa lá, eu sei que ela é tua cunhada, mas não gosto muito dela.
 - Deixa lá, eu sei. Desde que se separou do advogado anda pior. Não faz nada, vive praticamente da pensão que ele lhe dá. Nem agora que estamos cá todos, ela se digna a ajudar lá em casa, dá sempre uma desculpa qualquer para se safar à cozinha e a tudo o resto. Cada vez que vamos ás compras é sempre o João a pagar, ela diz que depois logo lhe dá, mas estou para ver….
 - Isso assim é mau, com o preço a que andam as coisas, é complicado serem só vocês a patrocinarem a comida.
 - Tivemos que cortar em muita coisa e apostar nas saladas de atum e nas sandes. E também fazemos as churrascadas que não são muito caras. É da maneira que faço dieta nas férias. Agora não me podem é tirar o cafezinho e o gelado aqui na Marina em Vilamoura. Se não fossem estas pequenas coisas que nos fazem “sentir de férias” 
 - Assim também eu me passava, felizmente como estamos só com os miúdos, não cozinho para muita gente, e como somos só os quatro ainda vamos algumas vezes ao restaurante.
 - Pois, isso de restaurantes este ano nem pensar. Irmos todos sai caro, por isso estipulámos só ir ao restaurante lá para o final das férias, em jeito de despedida, se sobrar algum dinheiro, claro.
 - Também com os preços que eles praticam aqui é impossível comermos decentemente. É só a pensar nos ingleses, esquecem-se que os portugueses também cá estão, mal do Algarve se não fossem os portugueses cá de férias.
 - É verdade.
 - Sabes quem eu vi no outro dia na praia?! A Carolina, disse que estava ali no Marinotel, parece que este ano veio só com o namorado novo, aproveitou para umas férias mais “.românticas”.
 - Muito me contas, a menina que só passava férias em casa da família em Moncarapacho, porque “não gostava da confusão”!
 - Esse ano rendeu-se ao luxo, háháhá!!
- Imagino, deve gostar tanto dele como eu de lavar a loiça. Cheira-me que só está com ele porque até tem algum dinheiro, acho que a família dele é ali do Estoril.
- Humm… que interessante. Ela até estava com bom aspecto, mais magra e toda morena, mas também deve ser só solário.
 - Isto é um espectáculo, está cá toda a gente, farto-me de encontrar pessoas conhecidas, é sempre o mesmo todos os anos. No outro dia encontrei também a pindérica da Luísa, andava a comprar sardinhas na praça lá em Quarteira, ficou toda atrapalhada quando a fui cumprimentar.
 - Então?
 - Fez-se toda vermelha quando lhe perguntei onde estava. E depois disse-me que estava aqui nuns apartamentos em Vilamoura, o Vilamoura Beach.
 - Duvido….ela até estava apertada de dinheiro. Deixou de ir ao ginásio e tudo.
 - Pois, foi por isso que eu me fartei de rir quando a vi entrar no outro dia ali nuns apartamentos em Quarteira, devem ter aí uns….30 anos e são super pequenos.
 - Mas como é qu conheces os apartamentos?
 - Bem…eu já fiquei lá um ano. Um ano em que vim só com o João e os miúdos, foi um pesadelo, pior que este Verão. O apartamento parecia um forno, a mobília era velha e ainda por cima os vizinhos do lado, uns miúdos novos, faziam festas todas as noites. Um horror.
 - Só tu para te meteres nessas aventuras.
 - Sabes como é, quem tira o Algarve ao meu João em Agosto, tira-lhe tudo. O problemas é que quem fica a precisar e tirar férias depois, sou eu!
- Bem é melhor pedirmos os cafés que eu ainda tenho que ir buscar os miúdos ao MacDonald´s para irmos para a praia.
 - E eu ainda tenho que ir mais uma vez ao supermercado, esqueci-me da salada para o jantar, hoje vamos ter churrasco, para não variar.
 - Haja pachorra!
 - Olhe, se faz favor!! São dois cafés, um curto, mas não muito, em chávena escaldada; o outro cheio e escorrido. Traga também um copo de água.
(….)
 
E é sempre o mesmo ciclo vicioso, o queixume dos que vêm sempre, a critica que não pode faltar e as lembranças de tantos Verões que se passaram, num mês de Agosto quente e cheio. Apenas uma certeza, a de voltar sempre, todos os anos, nem que isso implique uma família numerosa num espaço reduzido, o importante é sempre o estar e aparecer a Sul.
 
E assim se passam mais umas férias em Agosto no Algarve.
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:36


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Posts mais comentados